Sem categoria

Pronampe – A espera de um Milagre!

by Caio Figueiredo Caio Figueiredo Nenhum comentário

Empresas anseiam que recursos saiam da utopia e se torne realidade em sua conta bancária.

Empresários de todo país e profissionais liberais, aguardam pela liberação da segunda remessa das verbas prometidas pelo governo federal do Pronampe.

O programa foi criado para auxiliar as empresas neste momento de pandemia. Este recurso para muitos será a única esperança para continuar a tocar os negócios.

Toda empresa vive de lucro, parece obvio! Mas, vivendo ainda sob uma pandemia mundial as relações de consumo e o mundo dos negócios estão em baixa. Então grandes estruturas empresariais passam a operar em prejuízo sem efetivar vendas ou prestação de serviço.

Ocorre que as contas não param de chegar, e os empresários não tem tanto tempo hábil para encontrar saídas criativas de como driblar os desafios e continuar sendo lucrativas.

Tendo que honrar muita das vezes com o valor do aluguel, folha de pagamento, custos fixos, benefícios de colaboradores, entre outros, o recurso que pode chegar do Pronampe a juros baixos, certamente vai aliviar e dar novo folego aos empresários. Com uma carência para iniciar os pagamentos os empresários terão condições de colocar a casa em ordem e adequar o fluxo da caixa, e então torcer muito para que haja retomada da economia para não entrar em mais dividas e desespero.

O tempo entre o decreto do governo e a liberação do dinheiro para o empresário pode ser angustiante para alguns. Tem aqueles que já beiram o desespero de terem tentado contratar os recursos na primeira fase e não conseguiram, e agora ficam receosos de perderem mais está oportunidade.

A expectativa do governo é que o recurso possa chegar a ponta, alcançando o pequeno empresário e alavancando a retomada da economia do país. Para isso bancos e instituições financeiras precisam se organizar a fim de que a maior quantidade de clientes consiga ter acesso ao credito, já que as contrações são realizadas pelas instituições que aderiram ao programa.

Caso você ainda esteja na duvida sobre como contratar ou se deve contratar é aconselhado que você procure o seu gerente ou converse com algum empreendedor de confiança que te ajude a enxergar os riscos e benefícios da contratação.

 

Coronavírus: Ações tomados diante de uma Crise Sanitária

by Caio Figueiredo Caio Figueiredo Nenhum comentário

 

Em poucos meses uma doença que estava isolada na cidade de Wuhan na China e da qual tínhamos pouco conhecimento se alastrou pelo mundo causando uma grave crise de saúde, e que devido as medidas restritivas necessárias para evitar a propagação do vírus, foi seguida por uma crise econômica.

 

O número de mortes pela doença e também os problemas causados pela crise econômica são alarmantes.

 

Alguns especialistas defendem a ideia de que o mundo não será mais o mesmo a partir deste ponto. O novo Coronavírus (COVID 19) veio para abalar nossas estruturas e medidas tomadas em caráter de urgência foram necessárias.

 

Como resposta a disseminação do vírus no Brasil, o governo federal sancionou a Lei 13.979/2020 que determina as medidas para o enfrentamento do surto epidêmico, conforme as orientações da Organização Mundial de Saúde.  Dentre as disposições existe a possibilidade de realização de exames médicos, testes laboratoriais e vacinação compulsória na população, assim como a flexibilização do direito de locomoção, incluindo a restrição de entrada e saída de indivíduos no país, estados e munícipios, bem como atribui as autoridades no âmbito de suas competências o poder de adotar medidas restritivas que julguem necessária.

 

Além disso, a lei também imputa a cada cidadão o dever de colaborar com as autoridades no que diz respeito a comunicação imediata sobre contato com indivíduos infectados e sobre a circulação em áreas consideradas como focos de contaminação pelo vírus.

 

Em contrapartida as restrições impostas, existem os direitos assegurados a população da qual podemos citar: o direito de serem informados permanentemente sobre seu estado de saúde e a assistência à família, o direito de receberem tratamento gratuito e o pleno respeito à dignidade, aos direitos humanos e às liberdades fundamentais das pessoas, conforme o Artigo 3 do Regulamento Sanitário Internacional.

 

O fato é que nunca passamos por uma crise sanitária em tão grande escala, e as medidas que temos visto sendo tomadas dificilmente seriam colocadas em pauta em qualquer outra ocasião e diante da dificuldade encontrada cabe a cada um de nós colaborar para que a pandemia seja controlada e os danos causados sejam mínimos.

:: Caio Figueiredo

Tecnólogo em Marketing, se dedica a entender o comportamento humano e suas relações com o mercado de consumo. Colaborador na empresa de logística Agile Jurídico.

Que tal um orçamento?

Não seria bom que seu escritório de advocacia pudesse obter reduções de custos, agilidade na execução de serviços e praticidade em seus processos?

A Agile Jurídico pode lhe ajudar a alcançar isso!

Clique aqui

Você pode gostar

Retorno do Futebol irá movimentar Tribunais Desportivos
CNJ prorroga prazos de Suspensão Processual
5 Simples Passos para Tornar seu Dia Produtivo
O Poder do Despacho
Medidas Jurídicas na Tragédia de Brumadinho
previous arrow
next arrow
Slider
CNJ prorroga prazos de Suspensão Processual
O Poder do Despacho
3 PILARES PARA CONQUISTAR CLIENTES
Seja um correspondente jurídico!
Vale a pena investir em logística jurídica no Brasil?
previous arrow
next arrow
Slider
Apps para advogados: 4 aplicativos que advogados PRECISAM conhecer
4 melhores apps para para scanear documentos usando Android ou iOS.
7 aplicativos para te ajudar eficientemente no escritório
previous arrow
next arrow
Slider
A Constituição de 1988 – 05 de Outubro
Setembro Amarelo: Mês de Combate ao Suicídio
Andamentos Processuais
Lei de Defesa do Consumidor
Retorno do Futebol irá movimentar Tribunais Desportivos
previous arrow
next arrow
Slider

Seja nosso correspondente