Com início em 2014, a ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria) e o CFM (Conselho Federal de Medicina) se uniram e organizaram o Setembro Amarelo. Trata-se de um mês, com data comemorativa dia 10 de Setembro, do Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio.

 

Famílias do Brasil e do mundo inteiro, lidam com a forte dor da perda de um ente querido que se deixou levar pelo suicídio, onde os principais casos então acometidos entre os jovens, que em sua maioria estão relacionadas com a depressão, transtorno bipolar, abuso de substâncias químicas, entre outros.

 

É possível notar a campanha em diversas cidades, pois desde 2016, com a força que a companha ganhou com a imprensa e parcerias, conseguiram um espaço anualmente na sociedade: iluminando o alto dos prédios, o Cristo Redentor no Rio de Janeiro e praças públicas com a cor amarela. Existem também, caminhadas e ações para conscientização sobre o suicídio.

 

Mas então: o que é o suicídio? É um ato impulsivo, onde leva a pessoa a ter ideias prevalecentes ao suicídio, planejando uma maneira de se aniquilar e a colocando em prática. O indivíduo perde a esperança e acha que a única solução é a morte.

 

Muitas vezes escutamos, seja de crianças, adolescentes ou adultos, “quero sumir”, “quero desaparecer e nunca mais voltar”, “quero morrer” e não damos a devida importância, acreditamos que é apenas para chamar a atenção, mas realmente é a atenção que aquela pessoa, naquele momento precisa. É necessário mostrar para ela, que não se deve chamar a atenção com a vida, mas sim conversando, pedindo ajuda.

 

Para ajudarmos uma pessoa que se encontra com atos impulsivos, devemos inicialmente notar os fatores de risco, como: idade, desestímulo, desespero, doenças psiquiátricas, histórico familiar e genético, eventos sofridos, fatores sociais através de uma avaliação clínica, uma vez que o risco pode mudar rapidamente.

 

Caso conheça alguém que precise de ajuda ou até mesmo você, entre no blog https://www.setembroamarelo.com/blog !

 

“Viver é a melhor opção, plante flores e floresça a sua alma, diga sim á vida.”

:: Nayara Colli

Estudante de Direito, com interesse mútuo na área de direito penal. Atua na supervisão da empresa Agile Jurídico. Seu foco é a aproximação com a equipe e seus clientes, sempre pronta a solucionar desafios.

 

Que tal um orçamento?

Não seria bom que seu escritório de advocacia pudesse obter reduções de custos, agilidade na execução de serviços e praticidade em seus processos?

A Agile Jurídico pode lhe ajudar a alcançar isso!

Clique aqui

Você pode gostar

Outubro Rosa: Mês de Prevenção ao Câncer de Mama
Retorno do Futebol irá movimentar Tribunais Desportivos
CNJ prorroga prazos de Suspensão Processual
5 Simples Passos para Tornar seu Dia Produtivo
O Poder do Despacho
previous arrow
next arrow
Slider
CNJ prorroga prazos de Suspensão Processual
O Poder do Despacho
3 PILARES PARA CONQUISTAR CLIENTES
Seja um correspondente jurídico!
Vale a pena investir em logística jurídica no Brasil?
previous arrow
next arrow
Slider
Apps para advogados: 4 aplicativos que advogados PRECISAM conhecer
4 melhores apps para para scanear documentos usando Android ou iOS.
7 aplicativos para te ajudar eficientemente no escritório
previous arrow
next arrow
Slider
Dia Nacional do Livro
A Constituição de 1988 – 05 de Outubro
Setembro Amarelo: Mês de Combate ao Suicídio
Andamentos Processuais
Lei de Defesa do Consumidor
previous arrow
next arrow
Slider

Seja nosso correspondente